Faixa verde 6° gub

 

A faixa verde é a quarta do taekwondo, para que o aluno dê seqüência à próxima etapa, além de assimilar os conteúdos desta faixa para prestar o exame de graduação, deverá saber o conteúdo das faixas anteriores. 

 

Esta e a próxima faixa representam o crescimento físico, mental e espiritual, é o início da destreza que começa a surgir no aluno, onde além do aprimoramento de todos seus conhecimentos, é fundamental que o aluno esteja ciente do espírito do Taekwondo, é uma etapa de amplo crescimento de seu conhecimento. 

 

Os conteúdos desta faixa estão divididos em 6 partes: 

 

1. POOM-SE – Movimento de faixa

2. TCHAGUI – Chutes

3. MATCHO KYORUGUI – Luta combinada

4. JAIU KYORUGUI – Combate

5. YUYON SUNG – Flexibilidade

6. IRON – Teoria

 

1. POOM-SE

Nome: TEGUK SAM JANG
Significado: Teguk Sam Jang simboliza o "Ra", um dos 8 sinais divinos, que representa "quente e resplandecente". Isso encoraja o aluno a abrigar um senso de justiça e ardor pra treinar. 
 
Composição: Esse poom-se consiste nos movimentos básicos apresentados nas graduações anteriores e novas ações como: han sonnal mok thigui e han sonnal iop maki. Esse poom-se é caracterizado pelas sucessivas defesas e ataques. É dada ênfase para os contra-ataques empregados contra o ataque do oponente. Os 34 movimentos devem ser executados em 20 contagens. 
 
Tempo: O tempo de duração deste poom-se deverá ser de 35 segundos. 
 
As crianças poderão apresentar este poom-se com contagem no dia do exame, de acordo com o bom senso do professor. 
 
 
 

 

2. TCHAGUI – Chutes

São dez chutes nesta graduação, sendo que 4 são no lugar e 6 andando, que deverão ser executados da seguinte forma: 
Preparo: O professor dará o seguinte comando “Tchagui, Jumbi”, e o aluno deverá recuar a perna direita com kihap (grito). 
 
Do 1º ao 4º chute, aguardar a contagem do professor para chutar alternando as pernas, ou seja, na primeira contagem o chute será com a perna direita e na segunda com a esquerda e assim sucessivamente. 
 
Do 5º ao 10º chute, eles deverão ser aplicados caminhando, iniciando com a perna direita atrás, no fim da execução de cada chute, fazer meia volta e no retorno deverá ser com perna esquerda (caso a execução termine com a perna direita na frente, basta dar um passo e fazer a meia volta, deixando a perna esquerda atrás após a virada). 
 
Todos os chutes deverão ser executados com kihap. 
 
* Jejari - no lugar do 1º ao 4º chute. 
 
 
 
 
1 - NARÊ TCHAGUI
Chutar dois ap dolio com salto, sendo com a perna direita e depois esquerda e voltar a perna do segundo chute para trás. 
 
2 - AP DOLIO TCHAGÔ DOLIO TCHAGUI
Chutar ap dolio (peito do pé na cintura), coloque o pé no chão e dolio (chute lateral na altura do rosto), os dois chutes com a mesma perna. 
 
3 - AP DOLIO TCHAGÔ MOMDOLIO RURIO TCHAGUI
Chutar ap dolio (peito do pé na cintura), voltar o pé para trás e aplicar o mondolio (chute girando por trás e puxando um gancho na altura do rosto), os dois chutes com a mesma perna. 
 
4 - TIMIO AP BAL AP TCHAGUI
Chute frontal com salto e com o pé da frente (dar um salto levantando o joelho flexionado e estender a ponta do pé da frente na altura do queixo). 
 
* Apuro – caminhando do 5º ao 10º chute. 
 
5 – AP DOLIO TCHAGÔ DOLIO TCHAGUI 
Chutar ap dolio (peito do pé na cintura), dar um passo (step) e chutar dolio (chute diagonal na altura do rosto), com a mesma perna. 
 
6 – AP DOLIO TCHAGÔ CRÔ TIMIO DOLIO TCHAGUI
Chutar ap dolio (peito do pé na cintura), com a perna de trás, após o chute ela ficará na frente, levante a mesma perna ameaçando e chute dolio com a outra perna (chute diagonal na altura do rosto).
 
7 - TIGÔ TCHAGÔ TUIT TCHAGUI
Chute pisando (levantar o joelho flexionado e estender a perna aplicando uma pisada na altura do rosto), após o chute a perna ficará na frente, chute tuit tchagui (girar o corpo por trás e chutar “como um coice” a perna que soltará o golpe deverá passar rente ao outro joelho). 
 
8 - TIGÔ TCHAGÔ APURO TUIT TCHAGUI
Chute pisando (levantar o joelho flexionado e estender a perna aplicando uma pisada na altura do rosto), após o chute a perna ficará na frente, dar um passo (step) e chutar duit tchagui com o pé dir (girar o corpo por trás e chutar “como um coice” a perna que soltará o golpe deverá passar rente ao outro joelho). 
 
9 - DOLIO TCHAGÔ JEJARI BALBACUÓ TUIT TCHAGUI
Chutar dolio (chute diagonal na altura do rosto), jejari balbacuó (trocar de base no lugar) e chutar duit tchagui com o pé dir (girar o corpo por trás e chutar “como um coice” a perna que soltará o golpe deverá passar rente ao outro joelho). 
 
10 - DOLIO TCHAGÔ APURO MICRÔ TUIT TCHAGUI
Chutar dolio (chute diagonal na altura do rosto), apuro micro (escorregar os dois pés paralelamente para frente) e chutar tuit tchagui (girar o corpo por trás e chutar “como um coice” a perna que soltará o golpe deverá passar rente ao outro joelho). 
 

3. MATCHO KYORUGUI – Luta combinada

Nesta graduação o matcho kyorugui exigido será Il-bo derion (luta combinada de um passo). 
O aluno deverá desenvolver as habilidades utilizando técnicas com o cotovelo e com o joelho. 
 

4. JAIU KYORUGUI – Combate

Combate de 30” a 1’ e 30”. 
 

5. YUYON SUNG – Flexibilidade

 

6. IRON – Teoria

 
- Palmok - antebraço
An palmok - dentro do antebraço
Bacat palmok - fora do antebraço
Dung palmok - costa do punho
Mit palmok - barriga do antebraço
Palkup – cotovelo
 
- Alguns tipos de competições e concursos: 
Kyorugui individual
Kyorugui dupla
Kyorugui por equipe de 5 atletas
Poom-se individual
Poom-se por equipe
Taekwondo Dance
Kyok pa - Quebramento em altura, força e distância
Kihap – Grito
Miss Taekwondo
 
- Tipos de vitória
Vitória por desclassificação
Vitória por desistência
Vitória por ferimento
Vitória por nocaute
Vitória por pontos
Vitória por pontos perdidos
Vitória por superioridade
Vitória por nocaute técnico